Portal atualizado em: 2 de julho de 2022 às 11:03h

Monteiro mostra Negócios com Turismo e Empreendorismo Cultural no São João de Monteiro

Início Monteiro mostra Negócios com Turismo e Empreendorismo Cultural no São João de Monteiro

O período das festividades juninas na Cidade Mundial da Renda Renascença, teve início no dia 12 de junho com a tradicional programação das Quadrilhas de Rua.
Este é o pontapé para que o comércio ganhe ainda mais força. Pelo calendário, já tradicional na região do Cariri, um grande número de turistas e familiares dos monteirenses desembarcam no município, aquecendo a cidade com calor humano e a economia de modo geral.

No início do mês costureiras, cozinheiros dão início aos preparativos, em seguida o setor de hotelaria e serviços são contactados, para que o comércio de roupas, e tantos outros possam girar com mais força.

A vendedora de lanches Juliana Silva, tem neste período um volume maior de vendas devido a maior quantidade de pessoas circulando na cidade. “Aproveitamos este momento pra gerar mais vendas e obter uma renda maior. Desde as quadrilhas juninas todo o pessoal que vende lanches já se prepara, já procura saber da programação pra estar marcando presença”.

Neste ano, a expectativa foi ainda maior pela comemoração do São João devido ao hiato de dois anos por conta da pandemia, e Monteiro ganha ainda mais reconhecimento com o Selo Cidade Mundial da Renda Renascença, que deu ainda mais visibilidade a moda e ao artesanato, sendo o período junino o momento perfeito para unir a cultura, moda e negócios.

De 23 a 28 de junho acontecem as programações musicais. Abrindo esta etapa, o Sítio São Francisco tem a missão de levar o que há de melhor, não só de Monteiro como da região, através da música, dança, gastronomia e artesanato, em um ambiente acolhedor e familiar. Todo dia tem forró pé de serra, comida típica, bebidas tradicionais, muita alegria e segurança. Toda a programação tem início às 16 horas, o que possibilita a ida tranqüila para crianças e idosos.

Este pedaço de Monteiro é ambientado para que os visitantes sintam-se na antiga Monteiro, enriquecendo ainda mais a experiência de imersão na cultura nordestina, e podendo escolher uma lembrança para levar de presente, ou somente para guardar de recordação.

Para o público que é mais agitado, a programação do Palco Principal no Parque de Eventos Dejinha de Monteiro será  aberto no dia 25 com grandes atrações. E o tempo esquenta não é só com o forró, mas com  todo aquecimento das lojas que vendem roupas, calçados, acessórios e também no setor de serviços como cabeleireiros, moto-táxi, táxi, comidas rápidas e tantos outros.

Neste ano em que Monteiro completa 150 anos, além de toda a programação, estão havendo homenagens aos principais filhos da terra. Um prédio de grande importância que se tornou vitrine é o Mercado Público Municipal que ganhou belos desenhos, finalizando a composição do cenário junino.

Esta é a principal artéria da Monteiro mostra Negócios com Turismo e Empreendorismo Cultural, que incentiva e ajuda o desenvolvimento da economia monteirense.
“Monteiro fica ainda mais linda e mais feliz neste período. Nos reencontramos seja nas quadrilhas,no sítio São Francisco, ou até mesmo em um salão de cabeleireiros, rimos, cantamos, comemos e bebemos. Monteiro mostra Negócios com Turismo e Empreendorismo Cultural é isso, é incentivo até mesmo nos lugares onde menos se imagina, e tudo isso proporcionando através da valorosa parceria da Prefeitura com o Sebrae.”, comentou a secretária de Cultura Christiane Leal.

Compartilhar

Notícias Relacionadas