Portal atualizado em: 3 de fevereiro de 2023 às 12:47h

Anna Lorena finaliza preparativos para inauguração do Centro de Referência da Renda Renascença

Início Anna Lorena finaliza preparativos para inauguração do Centro de Referência da Renda Renascença

Anna Lorena finaliza preparativos para inauguração do Centro de Referência da Renda Renascença

Autor: Comunicação

Anna Lorena finaliza preparativos para inauguração do Centro de Referência da Renda Renascença

A prefeita de Monteiro, Anna Lorena, esteve reunida ao longo da semana, na Secretaria de Cultura e Turismo do Município com a secretária Cristiane Leal e o Articulador Cultural da Secretaria de Cultura do Estado, Rivelino Neves, para definir os últimos preparativos para o evento de inauguração do Centro de Referência da Renda Renascença e […]

19/11/2021 11h28 Atualizado há 1 ano atrás

A prefeita de Monteiro, Anna Lorena, esteve reunida ao longo da semana, na Secretaria de Cultura e Turismo do Município com a secretária Cristiane Leal e o Articulador Cultural da Secretaria de Cultura do Estado, Rivelino Neves, para definir os últimos preparativos para o evento de inauguração do Centro de Referência da Renda Renascença e do Artesanato – CRENÇA, no próximo dia 25 de novembro.

Na pauta, os preparativos para receber e acomodar bem, toda a equipe técnica de Estilistas, produtores de moda, veículos de imprensa nacionais e regionais, assistentes, diretores cênicos, além do governador João Azevedo e da Primeira-Dama e Presidente de honra do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), Ana Maria Lins, secretários de Estado, além dos prefeitos das cinco cidades diretamente envolvidas no projeto.

O CRENÇA será um equipamento gerenciado de forma compartilhada entre Rendeiras e parceiros, como Prefeitura de Monteiro, CONARENDA, Sebrae e Governo do Estado da Paraíba através de dois Programas: PROCASE e PAP. O espaço é uma das ações do Governo do Estado na valorização da renda renascença, presente nos municípios de Monteiro, Camalaú, São João do Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro e Zabelê, que conta com o envolvimento de mais de 4 mil artesãos, a maior parte formada por mulheres.