Portal atualizado em: 15 de abril de 2024 às 13:14h

MARÇO AZUL-MARINHO: Secretaria de Saúde de Monteiro alerta sobre o câncer colorretal

Início MARÇO AZUL-MARINHO: Secretaria de Saúde de Monteiro alerta sobre o câncer colorretal

MARÇO AZUL-MARINHO: Secretaria de Saúde de Monteiro alerta sobre o câncer colorretal

Autor: Comunicação

MARÇO AZUL-MARINHO: Secretaria de Saúde de Monteiro alerta sobre o câncer colorretal

O mês de março, conhecido pela conscientização contra o câncer colorretal, e que leva a cor azul marinho, traz um alerta fundamental: a importância do diagnóstico e tratamento precoce. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), é estimado que no triênio 2023-2025 haja 45.630 casos da doença em homens e mulheres a […]

06/03/2023 11h38 Atualizado há 1 ano atrás

O mês de março, conhecido pela conscientização contra o câncer colorretal, e que leva a cor azul marinho, traz um alerta fundamental: a importância do diagnóstico e tratamento precoce. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), é estimado que no triênio 2023-2025 haja 45.630 casos da doença em homens e mulheres a cada ano.

Com uma maior incidência a partir dos 50 anos, podendo aumentar com o avanço da idade, o tumor colorretal se desenvolve no intestino grosso: no cólon ou em sua porção final, o reto. Vale lembrar ainda que o principal tipo de tumor colorretal é o adenocarcinoma e, em 90% dos casos, ele se origina a partir de pólipos na região que, se não identificados e tratados, podem sofrer alterações ao longo dos anos, tornando-se cancerígenos.

No entanto, é preciso olhar também para o diagnóstico em pessoas mais jovens. Um dos estudos científicos que embasam a argumentação foi publicado no Journal of the National Cancer Institute e realizado nos Estados Unidos de 1974 até 2013. A análise mostrou que nas pessoas entre 20 a 39 anos de idade, por exemplo, o número de novos casos de câncer de intestino vem crescendo anualmente, entre 1% e 2,4%, desde a década de 1980. Já os casos de câncer de reto, nas pessoas entre 20 e 29 anos de idade, tiveram um aumento anual médio de aproximadamente 3,2%, desde 1974.

Dentre os fatores de risco do câncer colorretal, é possível observar uma relação com os hábitos alimentares e de vida, além de condições prévias de saúde. Como forma de prevenção, o oncologista reforça que é necessário seguir algumas orientações, como, investir em uma dieta rica em fibras e uma menor ingestão de carnes vermelhas, processadas e expostas ao calor intenso, praticar atividades físicas, evitar bebidas alcoólicas e tabagismo e manter um peso saudável.

Com essas informações e preocupada com o bem estar da população, a Secretaria de Saúde do município de Monteiro informa que apresentando qualquer sintoma, o paciente deve procurar uma unidade de saúde, pois quanto mais rápido for, mais eficácia terá o tratamento e mais chances de cura terá o paciente.


Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.