Portal atualizado em: 4 de julho de 2022 às 17:55h

Prefeita Anna Lorena realiza cerimônia de deposição de cápsula do tempo, que será aberta em 2072

Início Prefeita Anna Lorena realiza cerimônia de deposição de cápsula do tempo, que será aberta em 2072

Iniciativa visa registrar fatos e ações marcados pelas incertezas da pandemia de Covid-19, bem como anseios e desejos para o futuro de Monteiro

Fazer e transmitir a história, utilizando-se da arte e da cultura, momentos e memórias. Com esse objetivo, a prefeita Anna Lorena, juntamente com sua equipe de governo idealizou uma cápsula do tempo para ser aberta daqui a 50 anos e, portanto, registrar um dos momentos mais difíceis de toda a história da humanidade: o enfrentamento da pandemia do coronavírus (Covid-19), bem como o retorno à normalidade e o resgate de velhas memórias.

O projeto da cápsula do tempo se deu com a idéia de preservar documentos, fotos e objetos marcando o momento histórico dos 150 anos do município, bem como eternizar o título de Cidade Mundial da Renda Renascença, disponibilizando para as gerações futuras os registros das lutas e desafios passados até esta data de 2022.

“Com essa ação, a geração futura, em 2072, terá em mãos fontes importantes que ajudarão a entender uma versão dos fatos, de tudo o que aconteceu durante esta pandemia” disse a secretária Paula Oliveira, ao depositar seus itens na cápsula.

“Marcamos aqui um momento triste da pandemia, mas também a nossa luta. Através desta máscara de renda renascença, deixaremos aqui a memória da luta e da nossa volta por cima e também algo que marca nossa terra, somos a Cidade Mundial da Renda Renascença”, disse a secretária de Cultura Christianne Leal.

A prefeita Anna Lorena fez questão de enfatizar o protagonismo da entidade neste acontecimento. “Para mim é uma honra fazer parte das comemorações dos 150 anos de Monteiro, como cidadã e especialmente como prefeita. Aqui pudemos colocar muitas histórias de vida, fé e esperança de um mundo melhor na cápsula do tempo. E esse evento representa não só o papel e a atuação da Prefeitura de Monteiro, mas os anseios de todos os monteirenses para o futuro. Daqui a 50 anos, quando a cápsula for aberta, que o mundo possa contar com uma geração ainda melhor que a nossa.”

Compartilhar

Notícias Relacionadas